20 de agosto de 2008

Diocese de Viseu coloca seminário de Fornos à venda


O seminário menor que em tempos chegou a ter mais de uma centena de seminaristas, fechou portas por falta de alunos inscritos


O seminário de Fornos de Algodres, desactivado há dois anos, encontra-se agora à venda uma vez que a diocese de Viseu necessita de dinheiro para, entre outros fins, pagar as obras no Paço Episcopal, estimadas em cerca de 750 mil euros.Temendo-se a degradação do património, este foi colocado à venda por quatro milhões de euros, que englobam o imóvel e uma quinta com cerca de 40 hectares. Inicialmente, e antes de ser colocado à venda, a diocese tentou que o edifício fosse adquirido pelo município. "Estávamos dispostos a facilitar o negócio à Câmara se esta tivesse interesse em construir ou investir ali alguma coisa. Gostaríamos mesmo de favorecer qualquer investimento. No entanto, o concelho de Fornos de Algodres também não está muito abonado de meios", afirmou o bispo D. Ilídio Leandro ao JN. O prelado salienta que o imóvel não será vendido para qualquer finalidade, afirmando à mesma fonte que “o dinheiro não é tudo”. "Ainda não rejeitamos nenhuma proposta. Falou-se no interesse de uns cidadãos coreanos, para este fim e aquele, mas por interpostas pessoas. Claro que rejeitaremos liminarmente tudo o que venha com objectivos que não sejam humanamente dignos, socialmente úteis e localmente vantajosos", contou o bispo ao JN.

4 comentários:

António Dias ( 1.º A) disse...

sh VinTenho pena que tal esteja a acontecer! Fui aluno do Seminario de S. José durante 6 anos (salvo erro de 1983 a 1989)e passei lá muito bons, e alguns maus, momentos! A recordação jamais desaparecerá! Há meia dúzia de anos passei por lá e ainda encontrei (vivos) 3 empregados do meu tempo de seminarista!
Um dia destes passo por lá novamente, antes que desapareça!!!
O edificio era pertença de um conde de Fornos de Algôdres, e este ofereceu o edificio á diocese para fazer dela um local de estudo, não de comercio!
Até!!!!

Paulo Bento disse...

Olá Dias deves ser do meu tempo de seminarista, chamo-me paulo bento filho de poliçia se te lembras escreve para falarmos dos nossos tempos um abraço. meu email. paulobento@t-online.de

Joao Henriques disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joao Henriques disse...

Teixeira, Carlos Jorge 2x, carpinteiro, Manel Fernandes, Freitas, João Paulo, Leonel, quintã, Borges, balula, Pimenta, vitor Leitão, e mais nomes que não me lembro.
Foram 3 anos fantásticos. Gostava de um dia nos reunirmos todos. Abraço a todos.
João Henriques, ou, para vocês :Manel Fernandes

Joaohenriques@hotmail.de