6 de outubro de 2008

João Amaral não se cansou de dar autógrafos na sessão de lançamento do livro “Fornos de Algodres”


A Câmara Municipal local distribuiu pelas pessoas presentes na cerimónia cerca de 150 livros

Para quem ainda não conhece, “Fornos de Algodres – Da Memória das Pedras ao Coração dos Homens” é o mais recente livro sobre o concelho beirão, apresentado na passada sexta-feira, dia 3 de Outubro, no auditório da escola E.B. 2,3/S local pelo autor. Na cerimónia estiveram presentes sobretudo alunos, professores e funcionários da instituição.
João Amaral é o criador deste livro em banda desenhada que apresenta parte da história do concelho resumido em 30 páginas. Para um concelho com uma história tão vasta “foi difícil reconstruí-la tendo em conta o número de páginas e a riqueza de material com que me fui deparando”, afirma o autor. Confessa ainda “que o livro possa ser um pouco denso mas tentei fazer com que fosse perceptível para os vários públicos”.
Durante a apresentação do livro, João Amaral deixou umas dicas de como fazer banda desenha no computador. “Para quem não sabe desenhar pode descobrir um universo impecável mas fica limitado ao que lá está, já para quem sabe desenhar tem sempre a vantagem de criar os seus próprios desenhos e efeitos”. Exemplo disso, são os desenhos animados da Disney, “tudo é feito no computador, apoiado por fotografias que lhes dão um tom mais realista”, conta o autor.
Para João Amaral, este género de livros são sempre desafiantes. “Quando cá estive decidi logo que a história se iria passar no século XIX pelo facto de Costa Cabral ter sido uma personagem tão interessante e tão polémica”. Na fase exploratória do livro, o autor gosta de sentir a ambiência e ir directamente aos locais.
José Miranda, presidente da câmara local afirmou que este era um trabalho há muito desejado “porque nos faltava um livro em banda desenhada que contasse a nossa história”. Para Jorge Patrão, presidente da região de Turismo da Serra da Estrela este género de obras “pretende que as crianças e jovens tenham acesso aos recursos históricos e turísticos de uma forma fácil”.

1 comentário:

al cardoso disse...

Gostei do que Jorge Patrao escreveu:
"Fornos d'Algodres" e mesmo a "Beira" da Serra da Estrela!